4 de julho de 2008

Pescoço

Eu tenho uma amiga que carrega na bolsa remédio pro intestino! E essa mesma amiga teve a capacidade de me chamar de velha por pedir para a farmácia entregar no meu trabalho um colírio!
Mas eu não quero falar sobre isso, na verdade tem algo maior me afligindo, tenho pensado muito na história do Plutão. Meu Deus! A pessoa cresce sabendo que é um planeta, preenche formulários e currículos afirmando ser um planeta, usa crachá e responde pesquisas, enfim, habitua-se com o fato de ser um planeta, aí chega um grupo de indivíduos que não usa da empatia e simplesmente fala: "Você não é mais um planeta." A pessoa perde o chão.
Se eu tivesse a oportunidade de falar com ele diria o quanto ele é importante, que um status imbecil não determina o verdadeiro valor que ele tem.
E como fica a frase? Minha vó tinha muitas jóias, mas só usava onde?
Essa história me deixou muito mal, não quero mais escrever, preciso do meu colírio. Onde está meu colírio?

4 comentários:

Mauricio Toczek disse...

não se preocupe. Pluto está em um lugar cheio de corpos celestes iguais a ele. Se fossem mantê-lo como um planeta, teriam que trazer todos os outros também, e não tem espaço para todos.

Pense da seguinte forma: Deixou de ser um planeta mas ganhou um monte de amigos.

Poder-se-ia ir mais além lembrando da história do patinho feio, mas isso fica para outra hora.

Continue com a nossa programação nesse mesmo blog, nesse mesmo horário e nessa mesma internet.

talita disse...

Só pra constar: remedio pro ESTOMAGO ESTOMAGOOO!!!

ADORO VOCE

Neto disse...

hasuhusahsa, coitado de plutão msm
minha vó tem muitas jóia, mas so usa no. (ponto final)
ahsuusahusa

F33RR&+i disse...

Mas o Mickey nem liga e a Mônica disse que também não, apesar de ser de outro núcleo de hq, afinal de contas cachorros desaparecem a toda hora. Hoje mesmo vi um todo esbugalhado na frente de casa.

(mo)peraí é o planeta??ai ai ai
depois deixo outro comentário.