31 de julho de 2008

1, 2, 3, 4, 5...10.

Não sei onde foi parar minha paciência.
Os barulhos repetitivos têm me atormentado como nunca e as pessoas estão me irritando com brincadeirinhas, frequentemente me imagino batendo nelas.
Para controlar esse mal decidi voltar minha atenção à Arte. Contemplarei qualquer manifestação artística nessa nova fase da minha vida. Em alguns momentos me sinto confusa, em Exposições de artistas plásticos por exemplo. O sujeito enche um vaso com uma meleca colorida qualquer e joga o vaso no chão, os caquinhos de cerâmica misturados com a meleca é Arte!
Com um pouco de esforço eu consigo enxergar alguma Arte, mas eu penso na avó do artista que vai prestigiar o trabalho do netinho que não quis ser médico. O que irá passar na cabecinha da pobre senhora? Sentirá ela a necessidade de limpar aquilo tudo?
Às vezes a Arte me irrita.

4 comentários:

Mauricio Toczek disse...

Nossa. Achei fabuloso. O vaso representa o homem, rígido e seguro. A meleca representa a natureza, maleável e sensível. Os dois se quebram juntos e mesmo destruídos continuam unidos. Vou chorar. Quem é o artista? Pago R$3.000.000.000,00 pela obra.

Ferreti disse...

o0

De onde saiu essa interpretação??
Você é artista também?? Tem que mostrar suas obras..

♪ Lorena disse...

menina, até a abelhinha pusando sobre a bela e rósea flor vem me irritando ultimamente.

melhor eu não ir em nenhuma exposição minimalista nos p´roximos dias, ou até o sol sair de casa 12.

beijos!

Tatiana disse...

Na hora da irritação, tente um mantra. Não sei se é eficaz contra a irritação, mas qdo vc estiver sentada na posição flor-delótus tentando cantar coisas indecifráveis q vc não consegue decorar exceto pela colinha na sua frante, vc vai se achar tão ridícula q nos mínimo dará risada.
bjo