15 de maio de 2008

Não, nunca vi.

- Nossa! Você perdeu! Tava muito boa a festa de sexta!
- Eu fui.
Em momentos de confraternização costumo observar pessoas invisíveis, é preciso muita atenção para identificá-las, são realmente muito discretas. E não falo da invisibilidade social atribuída a garis, catadores de lixo e afins, falo de pessoas que chegam em uma festa, vão embora e ninguém nota.
Comecei a estudar esses indivíduos quando, em um churrasco, após interagir com algumas pessoas, um amigo me falou: "Tá vendo aquele sujeito de camiseta azul e latinha na mão? É totalmente invisível." Aí eu percebi que não tinha notado a presença do pobre rapaz.
Se você parou para pensar e concluiu que em algum momento já foi invisível, não se preocupe, essa invisibilidade é normal em reuniões de outra tribo, mas é importante estar atento e dar um jeito de "existir" em todo lugar.
Essa análise é também um tratamento para mim, já fui muito invísivel, hoje, quando me sinto perdida, puxo um assunto universal com alguém até descobrir que ele também gosta de sorvete no inverno.
Agora, se você costuma ficar invisível no meio do seu grupo social e não se habilita a puxar assuntos universais, eu sugiro que use uma roupa de cor vibrante, se ainda não te notarem, encha alguma bexigas coloridas e retire-se discretamente.

4 comentários:

Mauricio Toczek disse...

Eu sou invisível. Acho que está no código genético da minha família. Gostei da estratégia dos balões coloridos. Eu posso encher eles com hélio e sair voando até o Mato Grosso do Sul. (piada velha e sem graça)

Sorvete é sempre bom. Nham nham. Sabia que sorvete, a longo prazo, esquenta o corpo? Pois é. Malrício escrito errado também é cultura.

Bem, sem comentários interessantes. Texto muito legal.

F33RR&+i disse...

Eu já fui invisível também, tem horas que não é tão ruim HEHEHE!!
...mas tem horas que é coisa de emo autista, sei la..Não que eu goste de aparecer, mas gosto de falar alto no meio da roda. Só não suporto aquele povo que se acha cantor e fica puxando aquelas músicas....0oho0ho0h0oh0o0oh..

Neto disse...

eu ja fui bem invisivel, pq queria ser, hoje vejo q nao eh bom, ashjushau...
vamos ai existindo sempre que puder ;)
adoooro teus textos

Tatiana disse...

nossaaaa
vou ter q passar esse texto para uma miga minha. a gente sempre comenta q parece q visto a capa da invisibilidade do Harry Potter às vezes. Tem um cliente q visitamos q toda vez q chegamos a secretária só cumprimenta a minha amiga, a Patrícia. E qdo ela vai anunciar a gente para o diretor, fala só o nome dela. E eu?? Além de perder a personalidade estou perdendo espaço tb! huahauaha
valeu pelo karolina!!
rsrs
Bjos!
tatilazz.zip.zet
mulheresdeathenas.blogspot.com