28 de agosto de 2008

Mutante

Será que é difícil para todo mundo se comportar como uma mocinha? Não consigo perder o costume de vir para o trabalho chutando pedras, é uma meta, tento chutar a mesma pedra no maior trajeto possível, se ela vai para o cantinho do meio fio, lá vou eu tirar ela de lá, com o pé é claro, isso quando não chuto o ar ou a calçada.
Mas o que me faz sentir a necessidade de praticar ioga é minha facilidade em quebrar pequenos objetos, dos outros. Simplesmente não consigo controlar minha força.
Um dia desses acordei com esse dom a flor da pele. Na casa de uma amiga encontrei um chaveiro com água melequenta dentro (Santo Deus! Que invenção medíocre!) Juro que foi uma apertadinha só no olho do sapinho e já senti uma gosma escorrendo entre meus dedos, fiquei extremamente constrangida e deixei lá para que o proprietário achasse que foi obra da natureza. Poucos segundos depois estava em minhas mãos um objeto de outra pessoa, objeto de grande valor afetivo envolvido em elásticos decorativos (Se o elástico não serve para nada então por que existe?) Partindo do pressuposto que todo elástico estica, puxei, é óbvio que arrebentou. Mais uma vez, em um ato de covardia, larguei o objeto e logo depois ouvi a dona culpando outra pessoa, ninguém acredita que tamanha força emana de alguém do meu tamanho.
Me coloco à disposição daqueles prejudicados, só imploro piedade, não sou má, apenas não sei dominar minhas habilidades.

3 comentários:

layuny disse...

Mi, gnt tem q se afastar, não podemos mais ser amigas.
Estamos absorvendo as loucuras, uma da outra, por osmoze.
Adeus.

F33RR&t1 disse...

E a ética entra aonde nessa história mocinha, posso saber´??
Então tudo que a gente conversou ontem não valeu de nada??
Juizo locutora.

Tatiana disse...

já comentei sobre o seu texto lá noo meu blog, x-woman.
vc é bem mais mocinha q eu. e realmente é pequena demais para quebrar coisas por aí!
hauahauaa
bom ter te encontrado e depois encontrado de novo. a nossa foto ficou bem fofa (haha) te amndo qq dia.
Bjo