16 de outubro de 2009

Terra fértil

Antes eu me alimentava direito, tomava banho regularmente, tinha uma vida consideravelmente normal, até que descobri, neste nefasto mundo da Internet, uma simpática fazendinha que discretamente me seduziu e agora consome boa parte do meu tempo.
Preciso plantar milho, batata e cenoura, já não tenho tempo para relações sociais. Não me sobra tempo para ligar para meu querido pai biológico e pedir com educação que ele pare de procriar, afinal não me sinto bem ao andar pelas ruas da cidade sabendo que o indivíduo que me entrega um folheto pode ser um de meus muitos irmãos.
Preciso furtar milho, batata e cenoura, não me sobra tempo para ligar para minha linda mãe e perguntar por quê afinal, tenho a cabeça comprida. Por que na rua me chamam de "Cabeça de Snoopy"? Não, na verdade eu não ligo. Apenas me importo com a minha fazenda e com os meus rins. Ficarei aqui cuidando da minha colheita, até sentir uma pontada e perceber que preciso de um rim novo, somente neste dia começarei a busca pelos meus irmãos.

26 comentários:

Marina Matos disse...

...Da vontade até de rir né!!! mais aquela risadinha de internet, "digitada" que muitas vezes do outro lado estamos triste. rrsrsrsrsrs . aumento desenfreado da popoulação.

Neto disse...

ahsuhsuahusa....
acontece
e eu nem consegui entra nessa tal colheita ai
da vontade de plantar batata aquele carregando, mas enfim, talvez melhor assim neh
ai me sobra mais tempo pra vive no twitter
bjoooos

Carolina Bataier disse...

vejo q esse joguinho vem roubando o tempo de mta gente.

eu brigo com meu namorado pra ele arrumar uma fazendinha de verdade!

Camila Belini disse...

Rááá!
Então é por isso que você me abandonou forever and ever shanever!!
Em que mundo estamos? fui trocada por uma fazendo virtual!

beijo espindola ( o espindola é pra qd vc tá de castigo, viu!) hahah

Mauricio Toczek disse...

Também montei uma fazenda, mas me recuso a comprar aquela galinha com rosto triste ou aquela vaca malvada. Estou investindo na monocultura de milho para juntar dinheiro para comprar o porco, porque acho que ele vira bacon, e falta proteína no joguinho. (Se a Chris ler isso me bate).

Ótimo texto, como sempre.

Abração.

Sentimentos Alternativos disse...

Hummmm nem sabia que era agricultora?!?!? iiiii o avião caiu no meu quintal...

Tarini disse...

Bem que o carinha aviso na hora de você aceitar o aplicativo que era um negocio viciante!
Não tem como você não contar os minutos para roubar algo de alguem!
E você só quer que o seu dinheiro multiplique, mutiplique...
Agora enquanto a multiplicação de irmãos... espero q vc num precise de um rim não!

Maris Morgenstern disse...

huiahuihaaa,
morri de rir
e fiquei com vontade de jogar...
vamos ver se eu vicio também

♫ TiaGuinho disse...

Euu não consegui Jogaar a MONOTONA, FASENDINHA lá! mais pelo menos posso procurar meus irmãos! não em tempo integral, pq tenhu ainda que cuidar do meu Buddy Pocke e tambm ler alguns blogs, viciantes!

Karoline disse...

haha mii voce é um show!
eu larguei mão dessa colheita tava mir de rica mais graças ao "adobe" não abre mais aqui em casa ;~
paciêcia! beeijo floor ♥

J.R disse...

Ah! Não entendi!

:(




(é um jogo? Desses de internet? Não conheço... Sou tão analógico).

Tatiana Lazzarotto disse...

Eu tb não entendi!
então o jogo existe mesmo? achei q vc tinha fumado orégano.

Chris disse...

MAURICIO TOCZEK... Meu primo amado... que história eh essa de querer transformar o porco em bacon hein??
QUe feiooooooo, quando eu te ver (qndo eu for t visitar) eu te bato ¬¬'...
Ao menos fiz tu desistir d comer carne hj!! ahshahshahs
(L)

MISINHA .: a fazendinha vicia!! =p
Tive q deletar ela, antes q eu ficasse obsecada!! Amu-t
=**

Gabriela Gonçalves disse...

Jesus, viciou no farmville né? Menina, entrei no Yoville pra ajudar um amigo. O troço chato.. hahaha
Quem não me deixa ter vida social é o twitter. Sério, preciso de rehab.
bj

Camila Rufine disse...

Hahaha... eu via todo mundo comentando sobre a tal fazendinha e ficava perdida. Acho que entendi o que eh, mas vou manter distancia. nao preciso de mais um vicio.

Ps: Boa sorte com o rim. =P

Bjo

## Cé disse...

Caraca, o lance do "pai" é real...tenho bilhares de irmãos perdidos...hahahaha....e do rim tem tudo a ver comigo!!!!hauahuahau......mas da fazendinha....affff....só você...!!!

Graci Polak disse...

Nota mental: preservar rim - nunca entrar na fazendinha!!

Mto bom,hehe.

Bjoo

Bruninha disse...

uahsuhauhsuhaushauhsuahsu
adorei o jeito que você escreve!!

ahh
o link do texto que a Martha comentou.. ai nem acredito..
http://questaodeafinidade.blogspot.com/2009/09/como-voce-chora.html

beijinhos

Rafael Castellar das Neves disse...

Muito legal seu blog....ótimas e divertidas sacadas!!

Gostei!

Abraço...

Maris Morgenstern disse...

OOI fazendeira

tem um selinho pra vc lá no nosso blog

Scheyla Joanne Horst disse...

Rim rim rim... lembrar que ele existe nunca é bom. Já ouvi falar dessa fazendinha, mas, ah, preguiça.

Michele Mitsue disse...

ah, esse farmatown...sei bem sobre o seu drama.

=)

Simone Schuck disse...

rs que amor! É lindo aqui, virei mais vezes. Um beijo!

Tiago Medina disse...

hmmm, piada interna?
Lendo os comentários, vê-se que praticamente todo mundo entendeu. Acho que vou voltar aqui outra hora e ler com mais atenção pra tentar descobrir...

beijo

paulo_enelcoco disse...

Afff...
Te conheci justo nessa fase
sorte que sou compreensivo,
também tenho meus vícios
bjus ;D
menininha fazendeira
PS:Como pedistes, planto milhos
para você "colher"!
rsrsrsrs

Melanina disse...

Miii, vc n tm a cabeça compridaa... heheheh ahh eu n consigoo mecher nela, preciso trocar de pc antes shuahsuahsuahsua.... Beijos queridaa...