25 de novembro de 2010

Adorno traumático

Agora que sou uma professora, preciso me portar como tal, estou tão envergonhada pelo que fiz. Ontem, em meu trabalho, naqueles últimos minutos infinitos, eu comecei a mexer nos enfeites de Natal, uma das peças da guirlanda era uma ventosa que servia para fixá-la na porta. Pois eu fixei na minha testa. Não a guirlanda inteira, apenas a ventosinha. Na hora de ir embora eu puxei com toda força e alegria de quem termina um expediente. A mancha que agora tenho no centro de minha testa é perfeitamente redonda e roxa, tipo aquelas manchas que, não sei por quê, surgem no pescoço de algumas pessoas e elas escondem com um cachecol em pleno verão. A minha é na testa, e mesmo com uma maquiagem pesada ela está aqui, em destaque.
Preciso parar de fazer coisas estúpidas, eu ainda acho que um animalzinho de estimação me ajudaria a ser mais responsável. Desisti da vaca, faz muita sujeira. Só queria uma linda avestruz, que sempre estaria sorrindo para mim, correndo para lá e para cá pela casa, e produziria aqueles ovos gigantes para eu cozinhar e comer com sal.
- E na aula de hoje, meus alunos, vamos aprender que para ter uma voz bonita é necessário usar essa faixa na testa, tipo do Rambo.

12 comentários:

Meu blog disse...

ahduahduadh
foto foto foto please!!!

Camila Rufine disse...

Hahahahaha...
e nem dá para dizer que é um terceiro olho supersized?
se não sair, passa hirudoid... o elixir mágico das pessoas que vivem roxas. ;)

Bjo

fran disse...

foto foto foto please!!![2]

Eduardo Luiz disse...

É o chakra do 3º olho. Visão além do alcance. THUNDER

Céci Maciel disse...

Eu morro de rir...E como sou uma locutora, preciso urgente comprar uma faixa, tipo a do Rambo!!
Pedirei ao Papai Noel, quem sabe então, ficarei com a voz mais "aguda"...certo professora MI???????????

gisa rigoni disse...

Oi Mi, adoro ler seus textos, é ótimo podermos rir com nossas bobagens. Você é um alento em termos de gramática, estou tão cansada de encontrar erros de português gritantes e absurdos, que me sinto revigorada com sua escrita. bjo

Carol disse...

hahahahhahahahahhahahahahah

a michele nunca vai crescer :D

Michele Mitsue disse...

hahahahaa, que fofa!
Eu te entendo. Minha vida é cheia de adornos traumáticos assim...rsrs
Adorooo seus textos.

Tatiana Lazzarotto disse...

Você está dando aula, Mi?
Eu voltei ao Brasil, adoraria ver você fantasiada de Rambo.

Tonynho disse...

Uma sugestão de animal de estimação, UM SAPO, ele não incomoda e come os pernilongos e se você beijar pode ate se transformar em um príncipe.

Norma Lúcia* disse...

hahahahahahahahah
texto excelente! Muito bom o teu blog, estarei sempre por aqui e estou te seguindo: FATO!
Bem, não sei direito se respondi o teu comentário elogiando o blog (passsei um bom tempo sem escrever, me desculpe), mas se não respondi, agradeço agora de todo o coração!
Então, tenho alguns posts novos e aparece pra dar uma lida, dizer se gosta! Espero que sim!
E mais uma vez, muito obrigadaaa!!!
http://passandoprarir.blogspot.com/
beijocas.

Scheyla Joanne Horst disse...

como diz o ditado, não mexe no que tá quieto haha