22 de abril de 2010

Visagem

Há alguns minutos eu estava em uma daquelas lojas de departamento vendo algumas roupinhas, quando de repente escutei um barulho de pessoa caindo, olhei e levei um susto, a mulher não tinha cabeça, devia ter perdido com o tombo, antes de começar a procurar debaixo dos balcões percebi que era um manequim, mas isso me fez pensar em algo que me assusta muito mais. Dizem que meu local de trabalho é mal assombrado, porque de lugar bem assombrado eu nunca ouvi falar, mas então, eu nunca vi, apenas ouvi barulhos daquele que supostamente é o fundador da Rádio, dono do prédio: Dom Frederico.
Lembrei que o que sempre me encanta nos filmes de terror é que os moradores das casas mal assombradas não vão embora, eles tentam descobrir no google ou no porão o porquê da revolta do fantasma. Foi isso que eu fiz, com muita coragem, por meio de uma pesquisa qualitativa, descobri que o finado Bispo apenas deseja que alguma coisa ganhe seu nome, uma avenida, rua, viela, beco, qualquer coisa, afinal ele contribuiu para a história dos duzentos anos dessa cidade, que por sinal toda população, sem exceção, quer comemorar. E eu sei que aqueles sininhos que ele toca às vezes indica a raiva que ele tem do amigo dele, o Oscar, que ainda está vivo e já ganhou um museu com o seu nome.

11 comentários:

Mauricio Toczek disse...

O Título do texto é perfeito.

Anônimo disse...

Ufa!Quando você diz:"foi isso que eu fiz, com muita coragem..."logo achei que você tinha seguido as ideias geniais dos filmes e ido procurar o dito fantasma.

mari disse...

tambem pensei q vc tinha ido no porão tentar achar o bendito! *o*
Vamos providenciar logo alguma homenagem a ele.

São muitas visagens nessas nossas vidas ;S

Finito Carneiro disse...

Chama o Chico Xavier pra conversar com o tal...

Graci Polak disse...

Quem é o Oscar?
Acabei de chegar em Gorpa e já descobri que ela tá fazendo 200 anos, uhul.

Vamos comemorar hj a noite no show do Biquini? Podemos até chamar umas visagens para dar uma animada... hehe

Bjooo

Tatiana Lazzarotto disse...

Eu também sou a favor de chamar o Chico. Se bem que agora ele deve estar super em alta, por causa da repercussão do filme e tal. Deve cobrar caro pra dedéu.

Chris disse...

Será que o Chico não dah um descontinhu, se chamarmos ele pra festa dos 200 anossssss da cidade???!!!!
Bjus Misinha

Michele Mitsue disse...

Imagine meu caso no laboratório de fotografia da Unicentro: ali era um laboratório químico, e um estudante se matou ali mesmo. Terror era ter que revelar os rolos de fotos que eu fazia...medão ver estampado em uma das minhas fotos a face do outro lado...buuuuuuuuuuuuuu

Céci Maciel disse...

Eu já vi na camerazinha do estúdiooooooooo

Melanina disse...

Miiii... q medo suashausa, fiquei com mais medo da historia do comentario seu, do estudio de fotografia... heheh, mais ainda quero fazer pp ou jornal... axo q dpois dessa eu tb vo fik com medo shuahsuahs...
Bejoooooss!!

Scheyla Joanne Horst disse...

acho uma verdadeira maravilha as pesquisas no 'google' dos filmes. é tão fácil, eles vão na biblioteca e todos os jornais de mil anos atrás estão digitalizados e à disposição da consulta. enfim, coisa di primeiro mundo haha